Curriculum memorável

Curriculum: 7 dicas que ajudam na hora de produzir

Fabiana Kampeki
Escrito por Fabiana Kampeki em 10 de junho de 2019
Curriculum: 7 dicas que ajudam na hora de produzir
Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

Curriculum bem elaborado, não significa quantidade de experiência profissional, nem graduação e inúmeros cursos realizados.

Saber criar um bom curriculum é importante por ser um dos fatores que influenciam na contratação.

Descubra como fazer um curriculum atraente, com 7 valiosas dicas e quais erros você não deve cometer de jeito nenhum.

Leia este artigo até o final e aprenda do jeito certo.

Curriculum: a importância de planejar e investir tempo na etapa da elaboração!

Curriculum é como uma carta de vendas, onde apresentará com sinceridade, simplicidade e objetividade como contribuirá para a empresa. Os recrutadores geralmente atuam com grande volume de vagas e recebem inúmeras propostas além da sua, diariamente.

Dessa forma, possuem habilidade para identificar quais candidatos selecionar para participar do processo seletivo, em questão de minutos e até segundos.

Por que planejar bem na hora criar o curriculum?

curriculum
Lembre-se que um bom curriculum, não é aquele repleto de experiências e escolaridade, mas sim, aquele que está bem estruturado e relacionado com a vaga.

Uma das grandes razões pelas quais você deve planejar cuidadosamente seu curriculum, é exatamente pela assertividade que os recrutadores prezam, no momento de selecionar um candidato.

Isto é, deve haver precisão na sua apresentação. Por exemplo: um erro muito comum, é encher de informações das quais não estejam relacionadas à vaga.

Por exemplo: a vaga é para operador de computador e você não tem experiência anterior. Mas para preencher o vazio do curriculum, inclui até curso de teatro e experiências no YouTube. Provavelmente será mais atraente ao recrutador, um candidato objetivo na apresentação de seu perfil.

Acima de tudo, aprenda como estruturar seu curriculum, ou seja, como organizar o esqueleto. Depois, insira as informações e por fim, planeje como se apresentar ao recrutador.

Saiba que tudo isso é muito simples, o segredo, é se conhecer profissionalmente, isto é, saber onde está e para onde deseja ir. Porém, se você elaborar apressadamente seu curriculum, certamente não disponibilizará tão bem as informações, como seu concorrente.

Cuidando da carreira começa antes do primeiro emprego

Cuidar da carreira, começa no planejamento, desde a elaboração do curriculum, a empresa selecionada, a vaga escolhida até o momento de sua aposentadoria. Para isso, é necessário reservar tempo para se dedicar à essa etapa, pois para ganhar destaque, é preciso se preparar.

Conquistar uma vaga de emprego é como vencer pequenas etapas. Antes de focar na entrevista, mantenha atenção redobrada na elaboração do curriculum, refletindo principalmente, sobre sua carreira e não apenas na criação da sua apresentação para aquela vaga.

Pratique a arte de se apresentar

curriculum
Com a prática, nos tornamos bons na comunicação e na apresentação, que deve seguir uma ordem lógica e objetiva, reforçando qualidades úteis, para exercer a função.

Para se tornar bom em algum esporte exige treino, não é? O mesmo acontece, para elaborar seu curriculum. Quanto mais pratica, melhor você fica na arte de se apresentar profissionalmente. Afinal, durante sua carreira profissional, você terá que fazer isso continuamente.

Não estou dizendo sobre mudar de emprego, igual macaco pula de galho em galho, para ficar bom em elaborar curriculum.

Mesmo que permaneça na mesma empresa por anos, você estará constantemente, se apresentando, por meio da sua comunicação e atitude. Seja em uma reunião, solucionando problemas de algum projeto, buscando novos clientes, liderando equipes etc.

7 dicas de como seu curriculum pode atrair o olhar dos entrevistadores

Aprenda como organizar o esqueleto do seu curriculum com as seguintes informações descritas na ordem abaixo:

Dados pessoais

  • Nome completo
  • Idade
  • Estado civil
  • Telefone
  • E-mail

Objetivo: o que escrever?

Considere descrever claramente e somente um cargo e uma função desejada, de acordo com a vaga ofertada.

Por exemplo: se você quer atuar como suporte técnico, mas gosta também de mídias sociais, decida por um ou outro. Pois a precisão é o segredo daqueles que conseguem rapidamente um emprego.

Então, preencha o objetivo com a função e cargo, mas nunca com duas ou mais funções. Por exemplo: ao invés de colocar, Operador de Computador/Vendedor, descreva, Operador de Computador.

Formação Acadêmica

Inclua informações sobre escolaridade, disponibilizando as seguintes informações, na ordem:

  • Nome da instituição
  • Curso
  • Localidade
  • Data de início e conclusão

Além disso, caso esteja cursando EAD ou cursos livres etc. as informações devem ser descritas em ordem decrescente, ou seja do atual ao primeiro. Por exemplo:

  • IFPR- Curso de informática EAD- Paraná-2017-2019
  • Colégo Estadual do Paraná-Ensino médio-2013-2016

Experiência: o que descrever no curriculum?

A ordem cronológica também deve iniciar do atual emprego ao primeiro e precisa conter as seguintes informações:

  • Nome da empresa
  • Cargo
  • Período entre a data que foi contratado e desligado
  • Descrição

Por exemplo:

  • Padoca Paraná-padeiro-2018-2019
    Produção de pães, doces e salgados.

Mas para quem não possui experiência como os jovens que estão em busca de seu primeiro emprego ou estágio, considere ressaltar:

  • Trabalho voluntário
  • Estágio

Porém, caso não possua experiência nas atividades acima, você tem duas opções: fornecer os dados do curso que fez ou procurar por essas atividades para incluir em seu currículo.

Pois estágio e trabalho voluntário, não requer tantas experiências, mesmo que você se depare com inúmeras exigências na descrição das vagas, não se assuste.

Quando o jovem está iniciando no mercado de trabalho, os empregadores já sabem disso, então eles priorizam em identificar o perfil comportamental.

Isto é, se você tem comprometimento, disciplina, vontade de colaborar, aprender ou se deseja apenas ganhar dinheiro, cumprir a jornada de trabalho e não contribuir para a empresa a longo prazo.

Então, todos esses fatores, o recrutador percebe pela organização do seu curriculum e amplia a percepção do seu perfil, por meio da entrevista presencial, onde você terá a chance de fazer uma boa apresentação de si.

Pois é nesse momento, que sua oportunidade se abrirá! Então, a sua chance de contratação se multiplicará. Quando o recrutador te convoca para uma entrevista presencial, é hora de treinar sua apresentação.

Idiomas

Nesse campo, inclua idiomas e respectivos níveis de conhecimento. Caso tenha dúvida sobre o seu nível, realize testes grátis online que algumas escolas de inglês aplicam pela internet, para mensurar o nível do aluno interessado na escola.

Então aproveite para determinar com precisão, seu nível do idioma. Mas jamais minta e se possível, coloque a informação, se a vaga exigir. Quanto mais preciso for, melhor.

Informática

Inclua essa informação se for realmente importante para a vaga e se você tem domínio na ferramenta e nível exigido.

Cursos

Neste campo, inclua cursos extras somente se for relevante para a área da atuação. Deve incluir:

  • Nome da instituição
  • Nome do curso
  • Localidade
  • Data

Dica extra: como fazer um curriculum, evitando esses erros fatais

Mais de duas páginas

Seu currículo não deve ter mais que duas páginas, pois quanto mais objetivo, melhor. Siga as dicas citadas neste artigo, o ideal é que haja no máximo uma página.

Foto: não faça isso!

Não inclua foto no seu curriculum, exceto se for exigido na vaga, devendo ser de boa qualidade e com postura profissional. Isto é, nada de fotos estilo Selfie, com roupas que caracterizam momentos de lazer, fazendo caretas, com mais de uma pessoa do lado etc.

Por exemplo: o ideal é utilizar roupa social, cabelo bem aparado, postura profissional, em formato 3×4.

Dados pessoais em excesso

Não há necessidade de incluir número de documentos, como do CPF e RG. Além disso, não é preciso informar o endereço com complementos, tais como: CEP, número do prédio, apartamento etc.

Pois o objetivo do recrutador está em identificar a região, para analisar à distância e a disponibilidade real do candidato.

Praticando todas as informações conforme mencionado ao longo deste artigo, você terá sucesso na busca de seu emprego. Por consequência, construirá experiência e conquistará oportunidades cada vez maiores.

Neste artigo, você aprendeu a planejar, organizar e treinar na prática, como elaborar um bom curriculum.

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

APRENDA A DEIXAR SEU CURRÍCULO PERFEITO, IMPOSSÍVEL DE SER IGNORADO.