Recolocação Profissional

Recepcionista: o que faz, salário e vagas de emprego

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

A recepção é um setor estratégico dentro de qualquer empresa que precisa fazer atendimento ao público. Afinal, é ali, no balcão, que o consumidor tem o seu primeiro contato com o negócio e é o trabalho desempenhado pelo recepcionista que vai determinar a satisfação do cliente e impactar todo o resto da cadeia de serviços.

Não à toa, essa profissão vem sendo cada vez mais valorizada nos últimos anos e a atenção das empresas em relação a ela tem crescido bastante, com cada vez mais vagas sendo ofertadas nos mais distintos setores da economia.

Então, se você tem interesse em trabalhar na área, saiba que as oportunidades são muitas. E, o melhor: na maioria dos casos o nível de formação exigido é apenas o segundo grau completo.

Abaixo você entende a fundo como é o trabalho desse profissional e suas funções, onde atua, quanto ganha e o perfil mais buscado pelas empresas. Além de descobrir como anda o mercado de trabalho e como você pode conseguir uma vaga na área. Acompanhe e confira!

O que faz um recepcionista?

O recepcionista é o como cartão de visitas de uma empresa, sendo o profissional responsável pelo primeiro contato com o público e, portanto, é de extrema importância para qualquer negócio ou organização.

Suas funções variam a depender da empresa, mas no geral envolvem o amplo atendimento ao público, tanto presencialmente quanto à distância; a organização de documentos, agendamento de consultas/reuniões, e o envio e recebimento de correspondências, entre inúmeras outras atividades.

Contudo, o trabalho de um recepcionista vai muito além das tarefas manuais e burocráticas do dia a dia.

Isso porque, por envolver o atendimento direto ao público, esse profissional precisa saber como lidar bem com pessoas e ter competências interpessoais. Competências estas extremamente importante para a gerir conflitos, administrar emoções e, claro, atender o cliente da melhor forma possível.

Afinal, ele é o cartão de visitas da empresa e, consequentemente, um dos responsáveis pelo sucesso do negócio.

Quanto ganha?

De acordo com pesquisa feita pelo Portal Salários com mais de 300 mil profissionais de várias regiões do país, o salário médio de um recepcionista no Brasil gira em torno dos 1.300 reais.

No entanto, esse valor pode variar muito a depender da empresa e do seu porte, e do ramo de atuação do profissional. Nos cargos mais altos, a remuneração pode chegar ao teto salarial da profissão, que fica em torno dos R$ 2.200. 

Leia mais em:

Atendimento ao público: saiba se você tem perfil para esta área

Habilidades profissionais importantes no mercado de trabalho atual

No geral, a região sudeste é a que oferece a melhor remuneração e o setor hoteleiro costuma pagar os melhores salários, principalmente os do segmento de luxo nas principais regiões do país.

Instituições do setor público, como hospitais, secretarias estaduais e municipais, fóruns e órgão judiciais também costumam oferecer uma remuneração acima da média ao profissional de recepção, com um salário em média 8% maior do que no setor privado.

O perfil de um recepcionista

Na maioria dos casos, o recepcionista precisa ter apenas o ensino médio completo, sendo que alguns cursos ou treinamentos específicos podem ser exigidos pelas empresas.

Contudo, para atuar nessa área, é importante que o profissional tenha um perfil que facilite e promova um bom atendimento ao público, com habilidades e competências interpessoais, além de muita capacidade de organização, atenção e responsabilidade.

Entre outras qualidades que precisam estar presentes no perfil do recepcionista, estão:

  • Criatividade;
  • Discrição;
  • Dinamismo;
  • Confiança;
  • Empatia;
  • Autonomia;
  • e proatividade.

A maioria das empresas cobra um perfil assim diretamente no anúncio da vaga e durante a entrevista o recrutador costuma observar para identificar se o profissional realmente leva jeito com o público e possui as qualidades necessárias.

Para o cargo, elas são importantes pois o volume de tarefas costuma ser grande e o profissional precisa saber conciliar o trabalho manual com um bom atendimento ao público. Acredite, não é para qualquer um!

Baixe nosso e-book e saiba como fazer uma excelente entrevista!

Principais áreas de atuação

Como praticamente todas as empresas atualmente precisam de um recepcionista, esse profissional pode atuar em diversas áreas diferentes e em organizações dos mais variados segmentos tanto no setor público quanto no privado.

Entre as opções estão a rede hoteleira, que costuma ofertar muitas oportunidades de vagas e oferece uma boa remuneração; o setor hospitalar, que apesar de envolver mais trabalho e exigir mais qualificação, também paga bem; e o setor bancário, que também oferece muitas oportunidades e uma remuneração acima da média; entre diversos outros setores da economia.

Além disso, existe a possibilidade de atuar em empresas locais, menores, que apesar de oferecerem uma remuneração abaixo ou na média, exige menos qualificação e há mais vagas disponíveis.

Como anda o mercado de trabalho para recepcionistas

Como vimos, as possibilidades de atuação do recepcionista são grandes e o mercado é bastante amplo, com empresas de todos os setores e instituições públicas ofertando vagas.

Por conta disso, a profissão costuma estar sempre em alta e, apesar de uma queda causada pela crise do novo coronavírus, o número de vagas no mercado continua grande. Isso principalmente em alguns setores específicos, que não foram tão afetados pela pandemia.

Mas então, onde encontrar essas vagas e conseguir um emprego de recepcionista? A dica é ficar de olho na internet, principalmente em sites de emprego e nas redes sociais. Aqui no Trilhas você encontra diversos materiais que te ensinam como utilizar esses meios para conseguir uma vaga de forma rápida. Dê uma olhada 😉

Entregar currículos nas principais empresas da sua região que precisam de serviços de recepção também é uma medida interessante e que pode render resultados.

No entanto, o primeiro passo que você deve dar é buscar por qualificação técnica e procurar agregar o seu perfil profissional. 

Isso pois, apesar de a formação exigida na maioria dos casos ser apenas o segundo grau completo, a concorrência no setor é bastante alta e é preciso procurar formas de se destacar. Além disso, as empresas estão percebendo cada vez mais o papel estratégico que a recepção desempenha e passado a exigir cursos para os seus cargos.

Não tem esta qualificação? Não se preocupe! Assine o Trilhas do Sucesso por 19,90 mensais e se prepare para o mercado de trabalho.




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *