Algumas pessoas já entenderam que, em um mercado competitivo como o de hoje, além das capacitações técnicas é preciso investir em habilidades emocionais e comportamentais.  

Muito além do ato da contratação, um curso de Marketing Pessoal serve para habilitar o profissional a se expressar e interagir mais assertivamente seja qual for seu ambiente de trabalho. 

Todos nós temos características pessoais que muitas vezes são pontos positivos para a função que desejamos desempenhar. Mas, por outro lado, podemos ter pontos desfavoráveis para atuar nessa pretensa função. É nesse ponto que o Curso de Marketing Pessoal vai ajudá-lo a fazer essa auto análise e assim utilizar seus pontos positivos a seu favor e da sua carreira profissional. 

Separar o que é relevante profissionalmente do que não é pode evitar desgastes desnecessários tanto para o empregador quanto para o próprio funcionário. 

Mas afinal, o que é Marketing Pessoal?

Os nossos perfis das redes sociais, assim como o próprio currículo, a forma que nos vestimos, com que nos comunicamos e emitimos nossas opiniões, tudo isso fala muito sobre quem somos.  

O objetivo do curso de Marketing Pessoal não é fazer o candidato omitir quem ele é, mas reconhecer suas características e trabalhar com elas a favor dos próprios objetivos. Existem técnicas para isso. 

Quando falamos de imagem não se trata apenas do físico.

Algumas atitudes simples e determinantes para o seu marketing pessoal:  

  • postura – manter a coluna ereta denota segurança 
  • gestos e expressões – olhar para o teto enquanto o entrevistador fala sobre a vaga de trabalho denota desinteresse
  • tom de voz – falar alto de mais ou baixo de mais cria um ruido na comunicação 
  • saber ouvir – não atropelar as pessoas enquanto elas falam mostra equilíbrio de sua parte 

Uma boa imagem abre caminho para você apresentar o que tiver que apresentar, seja um produto, um serviço ou mesmo uma informação ou ideia.

A coerência também é um critério trabalhado num curso de Marketing Pessoal

Imagine você buscando por um profissional da área da saúde para te ajudar a deixar o vício do cigarro e se depara com um cardiologista fumante. Ou, uma personal trainer obesa que se assume sedentária por opção.

Por isso vestir-se de um estilo formal em ocasiões que não exijam formalidade e vice-versa podem transparecer incoerência. A sua atitude tem que estar alinhada com o que você comunica, faz ou vende. 

 

Carreiras que lidam diretamente com o público valorizam ainda mais esse corpo de conhecimento do marketing pessoal como recepcionistas, cuidadores de idosos, telemarketing, auxiliar de escritório e vendas. Na verdade esse conhecimento se aplica a todas as ocupações profissionais que colocarão a pessoa em contato com no mínimo mais outra, seja pessoalmente ou por telefone.  

Por isso, o curso de Marketing Pessoal é um provocador de sucesso não só na profissão mas na vida em geral.

Agora é com você! Neste artigo você aprendeu mais sobre Marketing Pessoal, para que serve e onde se aplica. Agora é só se matricular e aperfeiçoar seu currículo e sua performance para o mercado de trabalho. Gostou deste artigo? Então, compartilhe!