Mais aprendizado

Mulher no mercado de trabalho: como se preparar

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

A mulher no mercado de trabalho conseguiu romper barreiras. Isto é, elas ganharam espaço no contexto profissional aos poucos. Enquanto ao longo da história elas exerciam a função doméstica e maternal. A partir disso, um novo cenário nasceu. 

Em contrapartida, um desafio para elas surgiu. Isto é, vencer o preconceito de competir com os mesmos cargos que os homens. Por consequência, exige persistência e habilidades emocionais. Além de investir muito em conhecimento. De qualquer forma, vale a pena! Afinal, isso obriga o progresso contínuo das mulheres. Em outras palavras, extraímos diamantes das situações negativas.

Neste artigo, vamos compartilhar dicas para fortalecer as mulheres. Além de motivá-las a transformar o contexto de desigualdade. Quer fazer parte desse grupo de mulheres empoderadas? Confira o conteúdo a seguir! 

Mulher no mercado de trabalho: saiba a situação atual

A mulher no mercado atual de trabalho ganhou destaque. Então, é comum elas atuarem em vários segmentos. Inclusive, elas já têm seus planejamentos profissionais determinados. Além disso, muitas delas sustentam a família. Mesmo assim, elas se qualificam de forma contínua. Pois, elas priorizam empregos cada vez melhores. 

No entanto, muitos problemas estão presentes na vida delas. Pois, o preconceito das mulheres no mercado de trabalho ainda existe. Por essa razão é importante se preparar para superar obstáculos. 

Confira x características do mercado atual para as mulheres

A princípio, existe uma lei que proíbe a diferença de salário entre gêneros. Mesmo assim, a desigualdade persiste. Sem dúvida, acontece pelo vínculo com o preconceito. Inclusive, a renda da mulher foi 20,5% maior que a dos homens. 

Responsabilidades em dobro

Apesar das mulheres conquistarem espaço no mercado, não reduziram sua jornada em casa. Isto é, são elas que executam as tarefas domésticas. Segundo o IBGE, a mulher gasta 21,3 horas de trabalho por semana. Enquanto os homens, tem apenas 10,9 horas. Já que elas também têm a função materna. Em outras palavras, elas trabalham em dobro. 

Líderes

Antigamente, muitas profissões eram apenas para homens. Inclusive, a tecnologia abriu portas para as mulheres há pouco tempo. No entanto, a desigualdade está associada aos cargos hierárquicos. De acordo com o IBGE, as mulheres ocupam somente 41,8% das posições altas. 

Mulheres no mercado de trabalho: a conquista pela igualdade

Sem dúvida, a inclusão feminina no mercado de trabalho impacta na economia. Por exemplo, numa empresa há vários funcionários. Ou seja, todos eles têm personalidades diferentes. Sendo assim, cada um deles apresenta talentos distintos. Da mesma forma, pessoas com gêneros opostos também. Isto é, tanto o homem quanto a mulher tem seu diferencial no mercado de trabalho. 

Dessa forma, o Brasil definiu metas para reduzir a desigualdade entre ambos os gêneros. Portanto, a previsão é que até 2025 a taxa de redução seja de 25%. Sem dúvida, mais de 100 milhões de mulheres vão para o mercado de trabalho. Por isso, a estimativa é que 5 trilhões de dólares serão injetados na economia. 

Mesmo assim, elas conquistam espaço de forma contínua. Por meio de esforço e dedicação elas avançam gradualmente. Mas, para isso, elas focam na própria qualificação profissional. Então para superar a desigualdade tem que estudar muito. 

Portanto, foque na educação para se destacar entre eles. A partir disso, conquistar o espaço a cada dia. Porém, o objetivo não é competir com os homens. Mas sim, mostrar que a mulher pode complementar a equipe. Além de liderar com competência e maestria.

Mulher no mercado de trabalho: 8 passos para ser uma mulher de sucesso

Conforme mencionamos, a mulher tem um desafio muito maior que os homens. Visto que elas precisam lutar mais para conquistar uma posição no topo. No entanto, este artigo visa incentivá-las a crescer. Assim sendo, para conquistar um futuro promissor basta seguir as dicas.

1. Persistência

Em virtude do preconceito, as mulheres precisam desenvolver a persistência. Entretanto é uma alternativa que promove crescimento pessoal. Portanto, encarar as adversidades por um prisma positivo é benéfico. Já que exercer a persistência propicia crescimento pessoal.

2. Tolerância a frustração

Primeiramente, esteja ciente que receberá muitas respostas negativas. Por isso, lidar com a rejeição do mercado de trabalho é fundamental. Sem dúvida, as mulheres de fibra superaram esses desafios. Então, tolerar as frustrações é uma habilidade que promove resiliência.

3. Coragem

Antes de mais nada, a coragem não é ausência de medo. Mas, se arriscar apesar das incertezas. Pois isso te levará a níveis mais elevados. Então, batalhe pelas oportunidades que considera interessantes. Ou seja, nada de temer pelas falhas ou medo da reprovação. Isto é, desenvolver a coragem é imprescindível para vencer.

4. Objetivos

Sem dúvida, planejar para alcançar seus objetivos é importante. Porque sem isso, você perde a direção e a motivação. Sendo que ambos são motores para vencer. 

5. Habilidade de ouvir

Certamente, saber ouvir é um requisito básico para crescer. Afinal, aprendemos com pessoas que têm experiência. Portanto, aprenda com quem chegou no patamar que deseja. Sem dúvida, eles podem compartilhar experiências boas. Inclusive orientar caminhos e estratégias para chegar mais rápido.

6. Aprender

Em primeiro lugar, o forte desejo de aprender promove progresso profissional. Isto é, ser uma pessoa curiosa contribui para a expansão de ideias. Inclusive, desenvolve a capacidade de gerar pensamentos.

7. Mentor

Sem dúvida, eleger um mentor é importante na sua trajetória. Portanto, foque nas pessoas com experiência. No entanto, seja assertivo na hora de fazer a escolha. Pois, siga o modelo de quem percorreu a mesma trajetória. Por exemplo, subir de cargo numa multinacional de tecnologia. 

Logo, escolha alguém que trabalhe em uma empresa de grande porte. Além disso, que ocupe um cargo elevado. Por outro lado, se seu objetivo é empreender, procure um mentor equivalente. Pois assim, essa pessoa terá preparo para orientar. Portanto, evite aquelas que apenas contam histórias. Ou, que falam sobre casos de sucesso de outros. Mas não tem seus próprios resultados.

8. Aceitação

Certamente, a mulher precisa estar ciente que vai ser alvo de preconceito. Principalmente, quando subir de cargo. Aliás, quanto mais se destacar no mercado de trabalho, maior será a pressão. Portanto, saber disso vai contribuir para se manter no topo. Então, é importante se preparar. Por isso, além de investir nos estudos, desenvolva a inteligência emocional.

Como a mulher se prepara para o mercado de trabalho?

Agora que chegou até aqui é hora de se preparar. Mas, por onde começar? Primeiramente, precisamos nos posicionar no mercado de trabalho. Isto é, ter firmeza nas decisões, sem se intimidar pelo preconceito. Portanto, seja você a diferença! Confira a seguir.

Invista em conhecimento

Primeiramente, para alcançar o sucesso é importante estudar muito. Não só os conteúdos do ensino médio, mas também da própria carreira. Inclusive, sobre a função da mulher na sociedade. Dessa forma, criar identidade para influenciar as outras mulheres. Sendo assim, estude e faça uma faculdade, cursos etc.

Especialize-se!

Após concluir alguns cursos é fato que terá mais competência para exercer algumas atividades. Afinal, você estudou para executar novas tarefas. Então, a medida que aprender e colocar em prática vai obter experiência. 

Logo, é hora de conquistar a sua graduação. Além de tornar o currículo mais atraente, vai ampliar o conhecimento. Sem dúvida, vai contribuir para a própria independência. 

Otimize o tempo

Provavelmente, você já notou que o mercado é hostil com as mulheres. Isto é, a sociedade foi moldada a crer que a função da mulher é limitada. Ou seja, com foco em procriar e cuidar do lar. Então, uma mulher na liderança incomoda, mas ela tem superado. 

Por isso é possível conciliar trabalho e atividades domésticas. Embora pareça fora da realidade, é possível. Principalmente porque hoje, é comum o trabalho remoto. Sendo esse, uma tendência do futuro. Inclusive, existem diversos cursos onlines0, faculdade e pós graduação. Aliás, todos reconhecidos pelo Ministério da Educação.

A mulher no mercado de trabalho se destacou aos poucos. Embora a desigualdade ainda exista, elas derrubaram muitas portas. Com isso, vemos empresas de TI com projetos focados na inclusão feminina. Em outros casos, há cursos que se adaptam à comunicação das mulheres

Agora que entendeu o mercado atual, vamos embarcar nessa? Que tal ser a próxima mulher a influenciar no mercado? Melhore o seu currículo e tenha mais chances de conseguir um emprego.




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *