Primeiro emprego

O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER NO PRIMEIRO EMPREGO

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

Saber o que NÃO FAZER no primeiro emprego é tão importante quanto saber o que fazer

Atualmente, quando vão contratar, as empresas levam mais em consideração a capacidade de aprendizado do candidato de se identificar com a cultura delas, do que somente o conhecimento. 

Isso significa dizer que você está sendo contratado muito mais pelo seu comportamento do que pela sua técnica, uma vez que, na avaliação da empresa, você tem características que combinam com o time e que são aceitas e valorizadas pela organização.

Assim, quando você começar a ganhar o seu espaço, mostre que realmente é capaz de agregar para a empresa, pois o primeiro emprego exigirá de você atitude e dedicação e você precisará mostrar um bom desempenho para se manter no trabalho que acabou de conquistar.

Porém, nem todas as pessoas conseguem passar por essa experiência com facilidade e, neste caso, precisará se adaptar ao dia a dia de trabalho nesse novo ambiente.

Quando você inicia em um primeiro emprego precisa ter em mente que estará se relacionando com pessoas de diferentes experiências profissionais, de diferentes culturas e costumes. 

Você precisará estar mais flexível, aberto para receber conselhos, sugestões e críticas, pois não importa o quanto você já sabe sobre a empresa, nunca é possível ter certeza de tudo que está por vir, ainda mais quando se trata do primeiro emprego.

Cada empresa possui um ambiente diferente, assim como possuem diferentes profissionais com comportamentos distintos que utilizam formas diferentes de encararem e resolverem problemas. 

Por isso, torna-se difícil prever todas as situações pelas quais você, sendo novato, passará e com as quais terá que se adaptar.

Mas, algumas situações são recorrentes e é possível que, conhecendo algumas delas, você possa se preparar para lidar com essas circunstâncias adversas quando elas surgirem.

Aprenda a lidar com situações adversas no primeiro emprego

A seguir seguem alguns exemplos de situações que provavelmente você poderá passar e as dicas de como lidar com elas da melhor forma possível, para que mantenha a sua postura profissional e um ambiente de trabalho saudável e cooperativo.

1. Preocupação com as expectativas sobre você

Essa é uma das situações mais comuns de acontecer nos primeiros dias de um emprego novo. Não saber exatamente o que a empresa espera de você pode causar muita ansiedade.

Para um novato torna-se uma preocupação se será bem recepcionado e como será o alinhamento de expectativas entre ambas as partes e se será bem integrado ao novo local.

Também quer descobrir rápido quais serão as suas atividades e as expectativas por parte de superiores e colegas de trabalho, como as pessoas irão se comportar em relação a você.

A melhor forma de lidar com cada uma dessas circunstâncias, segundo especialistas da área, é nunca agir de forma impulsiva.

O importante é ser observador, ler o espaço, procurar entender as dinâmicas de trabalho e as relações entre pessoas e áreas para tomar os caminhos mais assertivos.

2. Choque entre gerações

É muito comum, no primeiro emprego de muitos jovens, que ocorra o choque entre gerações. Isso porque, muitas vezes, os recém-formados são liderados por gestores mais velhos.

Fato é que os profissionais mais velhos sentem dificuldade de liderar os mais jovens, pois possuem uma visão diferente sobrea a relação com o trabalho. 

Os gestores mais velhos, buscam uma relação de compromisso, dedicação integral e acreditam que os jovens necessitam um período maior de maturação.

Os jovens, em contrapartida, geralmente buscam uma relação de equilíbrio, realizações mais imediatas e flexibilidade nas condições de trabalho.

A busca pelo meio termo na relação, ou seja, uma forma de conviver de forma harmônica no ambiente de trabalho, é a melhor maneira de lidar com o choque com outras gerações e aliviar os conflitos que resultam desse choque.

3. Conflitos internos na equipe 

Confrontos interno, entre equipes, também pode acontecer, e isso acorre independentemente do cargo e do nível hierárquico. Os fatores responsáveis por originar esses conflitos, na maioria das vezes, é a falta de respeito e de bom senso entre as partes.

Caso você venha a se envolver em alguma dessas situações, procure manter uma postura profissional, sem levar para o lado pessoal. É importante que você tenha um mentor para lhe orientar e aconselhar sobre a melhor maneira de resolver o problema. 

Ele poderá direcionar suas atitudes e tirar suas dúvidas, inclusive lhe alertando sobre possíveis falhas e erros no percurso. Lembre-se: O bom senso e o respeito devem prevalecer sempre, pois são valores que precisam ser cultivados durante toda a sua jornada profissional.

4. Insegurança para falar sobre planos futuros

Mesmo sendo seu primeiro emprego e você ainda estando no início, é comum surgir dúvidas quanto ao seu crescimento profissional e quais serão os próximos passos a serem dados.

E falar sobre essas questões pode ser um problema para você, pelo receio de ser criticado ou rotulado como alguém que ainda não tem experiência suficiente para se preocupar com o futuro.

Mas, para amenizar essa insegurança, procure observar o ambiente para identificar os momentos mais propícios para que converse sobre essas incertezas e as esclareça. 

Caso seja possível, a melhor maneira de sanar suas dúvidas é ter, com certa frequência, um papo aberto com o seu gestor. Seja franco sobre seus anseios e peça orientação.

É importante você ter em mente que será necessário estar atento ao plano de carreira da empresa e analisar se está coerente com os seus planos. Assim, você poderá focar em aprendizados necessários e procurar estar ao lado de pessoas que podem ajudar neste período de desenvolvimento.

6 Dicas do que você NUNCA deve fazer se estiver começando

Saber lidar com situações adversas ainda não será suficiente para garantir que você consiga ter um dia a dia tranquilo no seu ambiente de trabalho, pois tão importante quanto saber o que fazer no seu primeiro emprego, é saber o que NÃO FAZER.

Uma vez estando ciente do que você deve evitar, você poderá tomar atitudes para garantir que não seja mal avaliado pelos seus gestores e perca a chance de seguir carreira. Portanto, fique atento a essas dicas:

1. Tome cuidado com sua postura

Não saia da faculdade, ou de qualquer outra qualificação que você tenha realizado, achando que sabe de tudo. 

Mesmo que você tenha uma excelente formação e saiba falar três idiomas, por exemplo, não deve parecer arrogante, pois isso só irá prejudicar a imagem que você começou a construir no seu primeiro emprego.

Tenha humildade em reconhecer que você tem muito a aprender, pois é com a prática que você consolidará todo o conhecimento teórico adquirido durante a sua formação.

2. Cuidado com a linguagem verbal e corporal

O corpo fala tanto quanto as palavras, portanto cuidado com a forma como fala e com a sua postura corporal. Nunca utilize gírias e palavrões na sua conversa. Use uma linguagem formal, mas sem exageros.

Fique atento aos cuidados básicos, mas que são fundamentais, quanto à postura. Ao sentar, por exemplo, tenha atenção ao cruzar as pernas ou estica-las. Procure uma posição confortável, mas sem se “esparramar”. 

Também não se apoie em mesas, pois isso pode parecer desleixo com sua postura. Cuidado ao gesticular para não exagerar nas suas expressões, pois um ambiente de trabalho exige certos protocolos.

3. Evite intimidades e não exponha sua vida pessoal

Mesmo tendo empatia pelas pessoas com quem convive no ambiente de trabalho, isso não significa que você estabeleceu uma intimidade que lhe permita expor sua vida pessoal e nem querer saber da vida alheia.

Você precisa adotar uma postura profissional e evitar confundir as coisas, pois não é adequado falar sobre assuntos mais privativos nos primeiros dias de trabalho. 

Para evitar uma proximidade inadequada, fale pouco e não exponha suas particularidades. Trate a todos pelo nome e se necessário, acrescente um “senhor” ou “senhora”. Deixe de lado termos como “querida”, “amigo” ou “parceiro”.

4. Não seja puxa-saco

É interessante criar uma proximidade com o gestor, mas tome cuidado para não se tornar um puxa-saco. A sua relação com a chefia não deve ultrapassar os limites.

Também não queira abusar da boa vontade que seu gestor demonstrar só porque você acha que criou uma proximidade com ele, pois as hierarquias precisam ser respeitadas. 

Dê o seu melhor, mas sem ser bajulador. A dica é demonstrar motivação, engajamento e vontade de crescer, mas sem exageros. 

5. Fuja de fofocas

Embora sejam comuns as rodas de conversa no ambiente de trabalho, evite as fofocas. Elas sempre foram perigosas e nocivas porque causam rumores e discórdias entre os colaboradores.

Tanto as fofocas quanto as “panelinhas” são perigosas, porque podem provocar consequências desastrosas, como exclusões, intrigas, demissões, vazamento de informações confidencias, etc.

Afaste-se da politicagem o máximo que puder. Também não aceite provocações e não se envolva em qualquer hostilidade no escritório. Se for necessário, comunique seu gestor caso esteja passando por algum incômodo ou constrangimento. 

Preconceito e intolerância já não são mais aceitos, por isso também não julgue, não crie rótulos ou faça piadinhas. Apenas foque no seu trabalho e não perca tempo com conversas inúteis. Mantenha-se longe de problemas e garanta que sua imagem não estará associada a isso. 

6. Não seja tão competitivo

Quando você está começando, é natural sentir-se competitivo, com vontade de mostrar o seu valor ou provar alguma coisa. Mas, esse tipo de pensamento provavelmente levará você para a fila do desemprego novamente. 

Tenha em mente que não há necessidade de ficar tentando se sobressair aos demais colegas, porque você estará sendo avaliado o tempo todo pelo seu gestor e ele perceberá se você estiver com um comportamento de disputa desnecessária. 

A dica é você ter a mente aberta. Seja prestativo, escute, pergunte e se comunique abertamente com seus colegas e gestores, porém sem a necessidade de ficar se auto afirmando o tempo todo. Confie na sua capacidade e tudo dará certo!

Gostou dessas dicas? Elas são apenas orientações para que você possa se destacar no seu primeiro emprego sem a preocupação de estar cometendo erros.

Lembre-se: a oportunidade do primeiro emprego precisa ser vista como um potencial de descobrimento, uma aprendizagem. Mas, para isso, você precisa buscar cumprir com o seu papel da forma mais madura e profissional possível.




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *