Reportagens

Profissões em alta mais buscadas em 2021, por ambos os gêneros.

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

O mercado de trabalho passou por uma desconstrução com a pandemia de Covid-19. As áreas da saúde, tecnologia e criação de conteúdo estão entre as que viram as oportunidades aumentarem em um cenário propenso ao desemprego. Com experiências positivas em tempos de crise, algumas profissões estarão em alta durante o ano de 2021.

Recepcionista e auxiliar de produção foram os cargos mais buscados, no período entre 1 e 17 de março, segundo levantamento do Banco Nacional de Emprego.

profissoes-em-alta
Profissões em alta: saiba quais são e esteja preparado.

Auxiliar de produção foi a primeira profissão mais buscada por homens, com 62.210 com mais candidaturas; na sequência, apareceram motorista (49.537), auxiliar administrativo (34.722), porteiro (21.911), auxiliar de serviços gerais (21.175), assistente administrativo (18.572), estagiário (15.986), aprendiz (14.683), vendedor (14.079) e operador de empilhadeira (12.782).

Entre as mulheres, o destaque vai para recepcionista, . As demais buscas foram por: auxiliar administrativo, auxiliar de produção, auxiliar de serviços gerais, assistente administrativo, auxiliar de limpeza, aprendiz, estagiário, atendente (26.313) e operador de caixa (25.382).

Outras profissões em alta, que prometem grande crescimento e bons salários estão a seguir.

1) Médicos, enfermeiros e profissionais da saúde com especialização

Enfermeiros de terapia intensiva, fisioterapeutasfarmacêuticos, enfermeiros de saúde pública e médico especialista clínico estão entre os profissionais mais requisitados em tempos de pandemia.  

2) Cargos em tecnologia

A tecnologia foi e continua sendo fundamental em um período onde o ambiente virtual se tornou alternativa para as restrições de comércios e serviços por causa da pandemia. 

A necessidade de isolamento e a adoção massiva do modelo home office foi um prato cheio para trabalhadores da área de tecnologia, setor que apresentou um crescimento constante em 2020. 

3) Farmacêuticos e pesquisadores

Farmacêuticos e pesquisadores foram muito requisitados (e continuam) por causa da demanda por estudos e desenvolvimento de medicamentos e vacinas, por exemplo. Instituto Butantan, o IQVIA e o PRA Health Sciences estão entre os que mais contrataram em 2020. 

4) Cargos em vendas e desenvolvimento de negócios

Trabalhadores de vendas e negócios tiveram que se adaptar para que seus empreendimentos pudessem sobreviver à pandemia. A procura por profissionais capazes de orientar empresas ou investidores e como investir os recursos cresceu em 2020. 

5) Especialistas em e-commerce

A área de e-commerce caiu de vez no gosto dos consumidores e salvou muitos comerciantes em período de isolamento social. Profissionais especialistas em comércio eletrônico em cargos de venda, logística e marketing digital tiveram aumento de 43% na contratação em relação a 2019. 

6) Profissionais autônomos de conteúdo

A procura por conteúdo digital cresceu durante a pandemia. Produtores autônomos de vídeos e mídias viram no mercado a oportunidade de rentabilidade em um período de crise para muitos. 

marketing digital foi muito importante para a adaptação do mercado durante a pandemia. Procurar ideias inovadoras e que sejam aplicáveis, otimizando os recursos (por vezes escassos) tem atraído jovens para a área.




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *