Recolocação Profissional

RECOLOCAÇÃO PROFISSIONAL - OS DESAFIOS PARA VOLTAR AO MERCADO DE TRABALHO

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

POR QUE A RECOLOCAÇÃO PROFISSIONAL REPRESENTA UM DESAFIO?

Estar sem trabalho é uma realidade para milhares de brasileiros, mas nem todos estão nessa situação por terem sido demitidos. Insatisfação no trabalho ou até mesmo querer melhores oportunidades podem levar muitas pessoas a buscarem uma recolocação profissional.

Sabemos que recolocação profissional significa conseguir um novo emprego, ou seja, quando uma pessoa vai à procura de uma nova oportunidade de trabalho. Mas, mudar de emprego ou carreira é um processo bastante desafiador. 

Independentemente do motivo de o profissional estar fora do mercado de trabalho, não é fácil enfrentar uma nova disputa por vagas em um mercado que está cada vez mais competitivo e com ofertas cada vez mais escassas em função da crise econômica que o país enfrenta.

Esse cenário gera insegurança em muitos profissionais e o momento exige que eles desenvolvam novas competências e habilidades para se destacarem e estarem à frente de seus concorrentes.

Por ser um processo que envolve uma série de desafios a recolocação profissional requer planejamento. Além disso, é preciso que algumas barreiras sejam vencidas.

Falta de identificação com as oportunidades disponíveis ou as dificuldades para saber o que realmente se quer são exemplos de dificuldades que podem surgir e é importante entende-las para conseguir superá-las.

É disso que esse artigo trata. Para ajudar você a alcançar uma recolocação profissional com sucesso, listamos os principais obstáculos que podem surgir ao longo do seu caminho e que devem ser enfrentados.

Falta de qualificação profissional

É fato que o mercado de trabalho vem exigindo cada vez mais dos profissionais em termos de qualificação. Nesse sentido, ficar “parado no tempo” e não se atualizar com qualificação que traga um diferencial, torna o profissional menos atrativo, menos valorizado e propício a ser dispensado.

As empresas apostam mais naqueles profissionais que demonstram iniciativa e força de vontade para manterem-se atualizados e isso acontece porque o mercado está em constantes mudanças, as quais exigem dos profissionais especialização para cumprir novas funções dentro das empresas e adaptarem-se a novos padrões.

Assim, muitas vezes, profissionais são levados a buscar recolocação porque não investiram em sua própria qualificação e ficaram fadados ao mesmo trabalho, cumprindo as mesmas funções e seguindo as mesmas normas. 

Porém, para que não aconteça um retrocesso na carreira por falta de qualificação, ou seja, para que o profissional não tenha que dar “um passo atrás” buscando uma recolocação abaixo de seu nível, é preciso que invista em seu próprio desenvolvimento.

Se você ainda não tem um nível superior, pode começar investindo em cursos técnicos ou profissionalizantes. O trilhasdosucesso.com.br, oferece diversos cursos profissionalizantes que podem te ajudar nesse caminho. Para saber mais clique aqui!

Porém, se já cursou a faculdade, invista em especializações, como um MBA, ou em pós-graduações, pois conhecimento especializado agrega muito valor ao profissional. 

É importante também investir em cursos de idiomas para elevar ainda mais o seu nível de qualificação. As empresas valorizam muito pessoas fluentes em outros idiomas, pois há uma escassez de profissionais com esse perfil!

Então, procure superar diariamente os desafios da recolocação profissional de forma positiva, planejando a transformação da sua carreira dando prioridade à sua qualificação.

Lembre-se: o conhecimento é um dos principais caminhos para crescer dentro de uma carreira. Por isso nunca pare de aprender!

Medo de mudanças

Muitos profissionais que procuram por uma recolocação profissional se sentem paralisados pelo medo do desconhecido, ou seja, por não saberem qual ambiente, pessoas e condições de trabalho irão encontrar em um novo emprego.

O medo se torna um fator desanimador à medida que há receio de não conseguir um salário melhor, ou quando fatores de segurança, como a estabilidade por exemplo, são colados na balança. 

É muito comum encontrarmos profissionais frustrado por causa do medo, pois acabam abrindo mão de novas oportunidades se mantendo estagnados no mesmo emprego, sem querer se arriscar.

Nesses casos, o profissional vive sem motivação e não consegue encarar a mudança como um processo natural e muitas vezes isso ocorre em função de ideias e pensamentos negativos e sabotadores, como:

  • Querer mudar sem esforços, acreditando que as coisas podem mudar de forma rápida, fácil e sem sacrifícios.
  • Criar obstáculos para si mesmo, como, por exemplo, usar a crise econômica como argumento para adiar uma mudança.
  • Se influenciar por ambientes e pessoas negativas, que acabam influenciando sua motivação.
  • Se deixar levar pelo passado, deixando que experiências anteriores que foram ruins moldarem todos os seus comportamentos.

Apesar do medo ser um grande empecilho, é possível vencê-lo. Para isso, é preciso enxergar a mudança como algo positivo e acreditar que ela pode ser o diferencial para ter sucesso na recolocação profissional.

Desatualização com as inovações tecnológicas

O avanço da tecnologia sempre está presente quando ocorrem mudanças sociais. E desde o surgimento da internet a velocidade com que o mundo corporativo se move tem aumentado a cada dia.

Os recursos disponibilizados pela informática abriram portas para diversas empresas e empreendedores desenvolverem seus negócios via internet, sem necessariamente precisar de um espaço físico.

A tecnologia oportuniza que as pessoas trabalhem de qualquer lugar do mundo e ainda assim estejam conectadas e interajam com colaboradores, clientes, fornecedores, etc. 

Muita coisa no mundo se tornou virtual e diariamente surge uma novidade, surgem novos aparelhos, novos aplicativos, novas lojas operando pela internet, novas Startups e por aí segue.

Toda essa tecnologia, apesar de oferecer ferramentas e condições ímpares para o desenvolvimento profissional de qualquer pessoa, também assusta. 

Isso porque o profissional que não se manter sempre atualizado e apto para operar minimamente os principais dispositivos estará fora do mercado.

Portanto, esse cenário pode ser um grande obstáculo para quem busca uma recolocação profissional sem se requalificar. Se antes ter conhecimento em informática era um diferencial, agora é básico e essencial.

Assim, será interessante dominar aplicativos e ferramentas que otimizam a gestão do tempo e de tarefas, de criação e gestão de projetos, administração de finanças, edição e programação básica de imagens, vídeos, sites e blogs, ferramentas de publicidade e comunicação em redes sociais, entre outras.

A saída é investir em conhecimento para melhorar o seu desempenho e trazer a oportunidade de conquistar a sua recolocação profissional com sucesso, pois, num mundo marcado por mudanças, nenhum profissional pode deixar de se reinventar!

Falta de reserva financeira

As incertezas quando o assunto é recolocação profissional ocorrem quando há riscos, mas os riscos fazem parte de qualquer mudança.

É compreensível que você queira passar por esse processo com a mínima chance de errar, mas isso não pode ser um empecilho para você seguir adiante e é por essa razão que você precisa estar preparado.

É essencial que a sua recolocação profissional esteja baseada em um planejamento pessoal e um dos principais aspectos dessa estruturação é a sua organização financeira.

Muitos profissionais não se sentem seguros de dar o próximo passo na busca de um novo trabalho por receio de ficarem em uma situação financeira difícil, já que esse processo pode acontecer de forma rápida, mas pode demorar algum tempo.

Por isso é preciso ter uma reserva financeira, considerando tudo que envolve o seu custo de vida, pois ela garantirá sua qualidade de vida durante a recolocação profissional. 

Este caso, no entanto, não se aplica diretamente a quem está buscando recolocação profissional por estar desempregado e sim àqueles que tem um trabalho, mas que estão à procura de novos rumos para a carreira.

Você perceberá que, ao realizar um planejamento financeiro, se sentirá seguro e motivado para buscar seus objetivos e a mudança na sua vida profissional acontecerá de forma natural.

Não investir em networking

Para quem não sabe, network significa rede de relacionamentos ou rede de contatos. É um termo que vem do inglês (“net” = rede e “work” = trabalho). “Networking”, então, significa a interação entre pessoas que trocam informações e conhecimentos entre si, numa rede de relacionamentos.

O networking pode ser muito mais poderoso do que você imagina, pois oportuniza construir vínculos com várias pessoas da sua área e por isso é uma peça chave para uma recolocação profissional.

Por meio do networking é possível estabelecer uma troca de informações muito produtiva, pois pode gerar benefícios para todos os envolvidos, como trocar ideias para desenvolver ou aprimorar projetos, apoio em momentos decisivos para a carreira, realizar marketing pessoal, entre outros.

Fazer um bom networking pode simplesmente garantir sua empregabilidade em um futuro próximo, pois é um grande facilitador de resultados. Ter uma boa rede de contatos é um diferencial competitivo em um mercado no qual as indicações contam muito.

Por isso, é importantíssimo investir em networking e isso não significa somente em quantidade, mas principalmente em qualidade, pois estar em contato com as pessoas certas e que são importantes para a sua área profissional faz toda a diferença na hora de uma recolocação profissional.

Para fortalecer sua rede de contatos, procure participar de eventos, workshops, fóruns de discussão, e demais situações que proporcionem a interação com novas pessoas, pois cada conversa é uma oportunidade para expandir a sua rede de relacionamentos. 

Lembre-se: não dar importância para a construção de uma rede de relacionamentos sólida transforma o profissional em mais um na multidão pois, quem não é visto, não é lembrado.

E então? Agora que conheceu os principais desafios para buscar a recolocação profissional consegue enxergar melhor quais são as ações necessárias para enfrenta-los?

Apesar de ter que superar obstáculos, a recolocação não precisa ser um bicho de sete cabeças. Leve em consideração que informação é tudo e estando ciente das ferramentas que podem ser utilizadas nessa jornada tenha a certeza que estará mais próximo para o caminho do sucesso!

Leia também nosso artigo “Quem pode te ajudar com uma recolocação profissional? ” e conheça os diferentes serviços que podem ser contratados para assessorá-lo na conquista de uma nova vaga, pois você não precisa necessariamente trilhar esse caminho sozinho!




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *