Recolocação Profissional

Telemarketing: vagas, salários e carreira

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

O telemarketing é o setor do ramo de serviços que mais cresce no Brasil atualmente e é um dos que mais oferecem oportunidades de trabalho, mesmo em meio à crise. É, inclusive, uma das principais portas de entrada do mercado de trabalho para muitos jovens que estão buscando uma primeira oportunidade de emprego. Pois não costuma exigir experiência nem formação superior.

Assim, se você tem interesse em trabalhar na área, saiba que as oportunidades são muitas e o mercado está aberto a profissionais com os mais variados níveis de formação e experiência.

No artigo abaixo, te explicamos em detalhes o que é o telemarketing, o que faz um profissional do setor e quanto ele ganha, suas possibilidades de carreira e como você pode encontrar vagas na área. Acompanhe e confira!

O que é Telemarketing

O telemarketing é uma forma de marketing direto que utiliza o canal telefônico para promover a venda de produtos e serviços, realizar cobranças, prestar suporte e fazer atendimento ao cliente. Tudo por meio de ligações.

Geralmente, todas as ligações ficam centralizadas em Call Centers, centrais de atendimento com dezenas de operadores responsáveis por fazer o atendimento ao cliente para uma ou múltiplas empresas.

Então, o que faz um operador de telemarketing?

O operador de telemarketing é o profissional responsável por fazer o contato com o cliente e prestar o serviço em demanda. Por exemplo, vender produtos e serviços, realizar cobranças, prestar suporte, auxiliar na resolução de problemas, entre inúmeros outros.

Dentro de um Call Center ou na central de atendimento interna de uma empresa, seu trabalho é dividido em duas categorias. São elas a ativa e a receptiva.

Na primeira, o operador tem a função de entrar em contato com o cliente e realizar a abordagem de vendas, pesquisa, cobrança ou relacionamento. Ou seja, é o profissional quem telefona e busca o consumidor.

Já no telemarketing receptivo, é o cliente quem liga para a central em busca de atendimento, seja para resolver um problema, fazer uma reclamação, esclarecer dúvidas ou dar sugestões. Aqui, estão englobados serviços como SAC(Serviço de Atendimento ao Consumidor), vendas, suporte técnico e atendimento ao cliente em geral.

É importante destacar que, em ambos os casos, o trabalho do operador não se resume em apenas fazer ou atender ligações. 

Além de ter uma boa comunicação e muito poder de persuasão, ele precisa conhecer muito bem todos os produtos/serviços oferecidos; saber utilizar programas de computador para fazer o registro e consulta de informações e seguir um roteiro(script) de atendimento. Além de ter que cumprir metas diárias, semanais e mensais de vendas/atendimento.

Ainda, atualmente o operador também precisa saber trabalhar com mídias sociais e plataformas online de atendimento. Pois cada vez mais as empresas e estão se voltando para a internet e oferecendo atendimento por canais online, como e-mail e Whatsapp.

O salário de um profissional da área

O salário de um profissional de telemarketing vai depender de qual cargo ele ocupa e de outros fatores, como região do país e funções desempenhadas. Por exemplo, se é um operador ativo ou receptivo. Mas a média salarial fica em torno de um salário mínimo.

Para os cargos iniciais, como operador de televendas e auxiliar de atendimento, os valores variam entre R$ 800 e R$ 1.000, podendo chegar a até R$ 1.200 para assistentes de SAC, de atendimento e de telemarketing.

Já os cargos de gerência e supervisão costumam pagar bem mais, com valores variando entre R$ 1.300 a R$ 2.500 e podendo chegar a até R$ 4.500 no caso do gerente de atendimento.

Ainda, boa parte das vagas em call centers paga comissões com base no número de vendas e também bonificações pelo cumprimento de metas. O que aumenta o salário líquido no fim do mês.

A carreira de um profissional de telemarketing

Apesar de ser bastante subestimado, o telemarketing oferece sim boas oportunidades de carreira e de crescimento profissional. Isso principalmente para aqueles que conseguem se destacar ao oferecer um bom serviço e cumprir as metas.

Começando como operador ou assistente de atendimento, por exemplo, é possível ir trilhando o seu caminho até um cargo de supervisão, instrução e, por fim, gerência, que, como vimos, pagam um salário bem superior e oferecem mais oportunidades.

Isso, é claro, leva tempo e demanda muita dedicação por parte do profissional, que precisa se fazer notar em meio a inúmeros outros operadores. 

Se o seu objetivo é seguir essa carreira, uma dica é procurar se qualificar o máximo possível, fazendo cursos e treinamentos para aumentar a produtividade e ser mais eficiente, e, assim, conseguir vender mais e atender melhor.

Como e porquê se tornar um operador de telemarketing

A grande vantagem do telemarketing é o fato de o setor não exigir formação acadêmica nem experiência profissional para os seus cargos mais básicos. Na maioria dos casos, é requisitado apenas o ensino médio completo e, apesar de serem uma vantagem, cursos e treinamentos específicos na área também não costumam ser exigidos.

Isso significa que qualquer profissional com segundo grau completo pode trabalhar no setor e mesmo aqueles que estão começando agora no mercado de trabalho têm chances de conseguir uma vaga e conquistar seu primeiro emprego.

Assim, se você tem interesse em trabalhar com telemarketing, basta um bom currículo e dedicação para conseguir uma vaga e começar na área. Se você tem tempo e recursos, fazer um curso ou treinamento pode te ajudar muito nesse processo.

Mercado de trabalho e vagas

Por fim, as oportunidades para quem trabalha com telemarketing também são muitas! Afinal, hoje, toda e qualquer empresa, independentemente do porte ou setor de atuação, precisa oferecer um bom atendimento ao cliente e, portanto, necessita de operadores capacitados e preparados para lidar com as demandas.

Dessa forma, a oferta de vagas na área é alta e, mesmo com a pandemia, as oportunidades são muitas. Principalmente nas regiões sul e sudeste do país e nas áreas metropolitanas.

Mas e o seu currículo, ele está preparado para enfrentar o mercado e a concorrência? Conheça o Trilhas do Sucesso e deixe o seu CV pronto para aproveitar as oportunidades! 




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *