Mais vagas

Vaga de emprego: não se sabote!

Fabiana Kampeki
Escrito por Fabiana Kampeki em 24 de junho de 2019
Vaga de emprego: não se sabote!
Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

Vaga de emprego! Quando finalmente, você conseguiu ser convocado para uma entrevista, foi tomado pela ansiedade, após o término. Afinal, será que você foi selecionado, para preencher aquela vaga?

Ou será que não gostaram de seu perfil? Mas, o que fazer quando o recrutamento atrasa na ligação ou promete um retorno e não faz?

Talvez, nesse período, um turbilhão de pensamentos podem surgir e principalmente dúvidas, sobre entrar em contato ou não. Afinal, você deve aguardar passivamente ou agir demonstrando proatividade?

Para você não deixar uma impressão negativa, ao seu perfil profissional, siga as dicas, para evitar qualquer desclassificação, por um atitude sabotadora! Acompanhe comigo!

Vaga de emprego: como lidar com a espera, após a candidatura?

Vaga de emprego
Ser convocado para uma entrevista, é muito bom, não é mesmo? O que fazer se o recrutador, não ter retornar? Não, sabote sua vaga de emprego! Saiba o que você não deve fazer, jamais!!

Primeiramente, o que você não deve fazer, é entrar em contato com a empresa, antes do prazo determinado pelo recrutador, referente ao retorno previsto, que ele combinou com você.

Mas caso, queira saber do seu feedback, ou seja, por qual motivo não foi aprovado, pode arriscar um contato, após dois dias da data estipulada.

Mas, vale reforçar, que sempre ocorrem imprevistos e que a equipe de recrutamento, pode acabar atrasando um pouco, no processo seletivo.

Então, dependendo do tamanho da empresa, atividades burocráticas internas, podem interferir. Inclusive a demanda em geral, é alta e portanto, o cotidiano é bem intenso e dinâmico.

Portanto, o ideal é sempre aguardar o contato do recrutador.

Durante esse período, vale à pena, avaliar o processo, extrair melhorias, continuar observando o mercado e as novas oportunidades.

Afinal, se for aprovado é uma ótima notícia. Do contrário, você esteve ativo nesse período, pesquisando vagas interessantes para seu perfil, driblando a ansiedade.

Aprenda como não se sabotar e perder a vaga de emprego!

Às vezes, o candidato até teve um bom desempenho durante a entrevista, mas a sua ansiedade pode sabotar, a sua aprovação final. Então, evite tomada de ações, que podem gerar prejuízos à você.

Então, siga as dicas abaixo, para evitar qualquer uma dessas atitudes e acabar eliminado de vez, suas chances de conquistar um emprego:

1. Não se candidate novamente, para a mesma vaga de emprego

Mesmo que pareça óbvio, a maioria comete esse erro. Após alguns meses, tentam a candidatura novamente, mas saiba que os recrutadores, acabam lembrando novamente, do perfil. Porém, na realidade, o problema não é se candidatar novamente, pois existem dois fatores envolvidos:

  • Candidato que tenta novamente, logo após a reprovação.
  • Candidato que tenta novamente, depois de alguns meses, quando uma nova vaga abre.

Na primeira situação, o candidato não deve repetir o processo, porque se foi reprovado, certamente é porque houve alguma incompatibilidade. É provável, que teve motivos para não ter selecionado seu perfil, no entanto, não considere como algo tão negativo.

Pois, se desejar, peça educadamente, por um feedback. Pois, eles podem apresentar informações que podem ajudar você, numa próxima entrevista.

Contudo, não dê continuidade tentando provar, que pode ser eficiente para a vaga, como se participasse da entrevista ainda. Afinal, é um feedback que foi solicitado, logo, mesmo que discorde, agradeça gentilmente e reflita.

Porém, já aviso que dependendo do porte da empresa, os recrutadores não conseguem ter tempo, para dar feedback à todos. Então, nesse caso, bola para frente!

Faça uma análise sobre a entrevista e o que pode ter sido o motivo, para sua desclassificação.

Antes de mais nada, reprovar numa vaga de emprego, não significa que não seja competente. Por essa razão, considere como sinal de que precisa melhorar ou corrigir algo, seja na forma como estruturou o currículo, o objetivo descrito ou como se expressou durante a entrevista.

No segundo caso, o candidato pode até participar novamente, porém não deve repetir as mesmas ações. Se você não mudar nada, não faz sentido, se candidatar outra vez, concorda?

Portanto, é importante analisar, quais os fatores a serem melhorados e desenvolver nesse período, novas habilidades, verificando como seu currículo foi estruturado e como foi sua apresentação anterior, na entrevista presencial.

2. Por que você não deve falar isso!

É provável que, se você usar a estratégia de se candidatar à uma vaga, onde você conhece o recrutador e fazer questão de ressaltar essa informação, pode não ser muito eficaz.

Pois, por mais que você conheça o recrutador e até resida no mesmo prédio, a entrevista não é um bate-papo informal.

Inclusive, muitos candidatos, acreditam que oferecer essa informação durante a entrevista, possa intimidar outros candidatos, como estivesse numa condição de vantagem.

Mas, na realidade, você deve apenas expressar sobre aquilo que é importante para exercer aquela função.

Então, considerando que você deve se apresentar pelas habilidades, competências, conhecimento e diferenciais, fazer um comentário fora de contexto, pode transmitir falta de objetividade e assertividade.

3. Após participar de diversos processos seletivos das vagas de emprego, evite também, contato em redes sociais!

vaga de emprego
Cuidado ao abordar recrutadores nas redes sociais! Saiba por que você pode acabar sabotando sua vaga de emprego, utilizando essa estratégia.

Do mesmo modo que entrar em contato por e-mail, não é recomendado, enviar contato para diversas redes sociais ou ligar várias vezes, pode tornar decisivo para desclassificar a sua contratação.

Imagine aquele candidato que fica cercando o recrutador, desde rede social profissional, até o pessoal! Então, não demonstre desespero, mas sim, habilidades emocionais, em administrar suas emoções.

Assim também, você não sabota sua vaga de emprego. Afinal, por causa de uma atitude gerada por uma ansiedade descontrolada, aquela vaga pode ser repassada ao seu concorrente. Então, tenha cautela e sempre pense, nas possibilidades futuras, caso seja reprovado.

Além disso, por incrível que pareça, após alguns meses, se você não atualizar seu perfil em absolutamente nada, o recrutador vai lembrar de você!

Mesmo que a empresa seja de grande porte, em contato com centenas de candidatos por mês, ainda assim, eles se lembram, consultam os colegas e tentam puxar na memória, qual foi o motivo da sua reprovação.

Então, imagine se você ficar perseguindo o recrutador pela internet, redes sociais, enviando mensagens em privado, adicionando o perfil etc. Em outras palavras, pode se tornar tão incômodo, que pode registrar uma impressão negativa sobre você.

Portanto, tente lidar com sua ansiedade de outra maneira. Mesmo que seja reprovado, não procure por feedback, nas redes sociais. Primeiramente, reflita, caso achar necessário, solicite por e-mail, com profissionalismo.

Nesse artigo, você aprendeu a importância de administrar sua ansiedade e as principais dicas, que devem ser evitadas. Agora, você já sabe como evitar a sabotagem da sua tão sonhada, vaga de emprego. Gostou deste conteúdo? Então, compartilhe nas redes sociais com seus amigos!

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

APRENDA A DEIXAR SEU CURRÍCULO PERFEITO, IMPOSSÍVEL DE SER IGNORADO.