Curriculum memorável

Seu curriculo pode não ter sido aceito por isso...

Fabiana Kampeki
Escrito por Fabiana Kampeki em 7 de junho de 2019
Seu curriculo pode não ter sido aceito por isso...
Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

O curriculo é a porta de entrada para o mercado de trabalho, mas nem sempre é tão fácil decifrar, o que faz o recrutador selecionar um candidato, entre dezenas de outros, não é mesmo?

Aprender a desenvolver um bom curriculo é muito mais importante do que ter diversas graduações, idiomas e experiências. Em primeiro lugar, o segredo está nas informações que você apresenta. Em segundo lugar, está na tarefa em descobrir exatamente, o que o recrutador busca.

Então acompanhe este artigo até o final e descubra como criar seu curriculo de forma correta! Aqui será revelado dicas exclusivas, para você ganhar mais destaque e ser selecionado!

Curriculo: por que foi reprovado?

curriculo
Um curriculo reprovado não significa falta de experiência ou não ter faculdade. Os recrutadores estão em busca de pessoas que sabem exatamente o que querem.

Curriculo reprovado, não significa profissional desqualificado, em termos de quantidade de experiências e cursos concluídos. Sem dúvida, esses fatores são importantes, mas não necessariamente determinantes para ser contratado.

Visto que, existe uma série de fatores que o recrutador analisa antes de desconsiderar e passar para o próximo. Provavelmente, você deve imaginar que os currículos são analisados minuciosamente, antes de descartar o seu, não é mesmo?

Mas na realidade, a etapa inicial consiste em peneirar primeiro, para depois fazer uma análise mais aprofundada. Isto é, em menos de um minuto, os recrutadores determinam se vale à pena, manter seu currículo para a etapa de análise, ou não.

Principalmente em empresas de grande porte, onde recebem uma grande quantidade de currículos diariamente, o processo exige agilidade da equipe de recrutamento, devido à alta demanda e prazo curto para efetuar a contratação final.

Por mais que pareça injusto, não ler todos os currículos com atenção, o mais importante a ser considerado neste momento, é entender quais são os critérios que cada recrutamento e empresa adota, para eliminar ou selecionar um candidato.

Critérios que eliminam o candidato do processo seletivo

Dentre inúmeros motivos, existem alguns que são destaques, na maioria dos processos de triagem. Então, vamos abordar quais são os dois principais critérios, que determinam a desclassificação:

  • Falta de assertividade no objetivo
  • Falta dos termos principais contido da descrição de seu currículo

Agora que você já sabe, ficou mais simples, não é? Em seguida, vamos revelar com detalhes sobre estes critérios.

Como fazer um curriculo ser aprovado pelos recrutadores?

curriculo
O segredo de e um bom curriculo está na precisão do objetivo. Aprenda a ser assertivo seguindo as dicas citadas!

Para que seu currículo seja aprovado é importante elaborar de acordo com alguns critérios. Lembrando que não existe uma regra padronizada, mas vale à pena, considerar esses fatores.

Além disso, ainda há a etapa de análise dos currículos selecionados, antes da convocação presencial.

Geralmente, os recrutadores separam até três currículos por vaga, para participar de uma entrevista. Mas vamos por partes e anote esses dois pontos que precisam ser considerados:

Seja preciso no objetivo

Imagine o e-mail lotado de curriculo logo pela manhã, onde o recrutador precisa selecionar no máximo cinco, para contratar apenas um, na etapa final. Para que você chame atenção do recrutador, deve ser assertivo, ou seja, com precisão, do contrário perderá a chance de ser convocado.

Os recrutadores verificam rapidamente as propostas e selecionam os que sabem exatamente o que querem. Portanto, nada de colocar mais de um objetivo de cargo e função em seu curriculo. Outro detalhe importante, é verificar o título da vaga anunciada e a descrição.

Pois o segredo está nessa análise e nas alterações importantes efetuadas, antes de encaminhar seu curriculo. Caso você siga essa dica, existe grande chance de seu currículo ser separado para a análise.

Planeje a inclusão dos termos exatos

Após analisar o objetivo, os recrutadores verificam se o termo relacionado à vaga, existe em grande parte da descrição de seu curriculo. Então, deve ficar atento em relação às informações inseridas nas experiências.

Dica valiosa: analise antes de elaborar seu curriculo

Um dos maiores erros dos candidatos, é e encaminhar aquele curriculo, que foi criado há meses e enviar em massa sem analisar a vaga e a descrição. Então, aprenda de uma vez por todas, como analisar a vaga e efetuar correções, antes e de se candidatar:

Definindo o objetivo

Ainda que pareça óbvio o que vou afirmar, centenas de candidatos não sabem exatamente o que querem. Portanto, defina o que quer para sua carreira profissional. Isto é, pense realmente à longo prazo.

Quando mencionei que parece óbvio a afirmação inicial, é porque nesse momento, as pessoas sentem dificuldade na escolha das opções que pipocam na mente. Por isso, planejar a carreira, não deve ser feito apressadamente, como se fosse escolher uma filme no cinema.

Quando você faz uma definição com base em uma reflexão, certamente você olhou para futuro e considerou atuar nesta área por anos.

Imagine o seguinte: você conseguiria trabalhar diariamente, fazendo as mesmas coisas? Se respondeu sim, sem duvidar, é o que vai descrever no objetivo do seu curriculo. Considere que uma falha por escolha sem planejamento, pode te custar perda tempo.

Com certeza você já deve ter visto, muitas pessoas desanimadas, mudando de área, tendo que iniciar do zero, com um salário baixo e investindo em novos cursos para a nova profissão. Já pensou nisso?

Analisando vagas

Após essa definição, comece a procurar as vagas relacionadas à função desejada, onde você deve prestar atenção. Portanto, leia sempre a descrição que acompanha a vaga.

Caso a descrição esteja de acordo com a função e cargo que procura, separe essa para encaminhar seu curriculo.

Analisando a descrição

Neste momento, você deve ler os requisitos solicitados na vaga e mesmo que não atenda à todos eles, mas parcialmente, edite o curriculo, encaixando os principais termos contidos na descrição.

Essas palavras, podem estar na descritas nas experiências ou no curso, como forma de reforçar e ser destacar. Por exemplo: para a vaga de operador de computador, pode exigir um determinado curso e experiência.

No entanto, as vagas descrevem às atividades relacionadas ao cargo também. Mesmo que você não possua experiência na área, pode relatar sobre outras, como num trabalho voluntário, com base nas atividades relatadas.

Por exemplo: nessa mesma vaga citada, uma das atividades inclui a interação com equipe de desenvolvimento.

Então, se você participou de um trabalho voluntário, pode relatar essa experiência, reforçando o trabalho em equipe. Pois por mais que sejam distintos os objetivos das funções, você terá a chance de expressar seu aprendizado de trabalhar em grupo

Quanto mais termos contidos na descrição, melhor. No entanto, tenha bom senso e seja sempre sincero.

Analisando a empresa

Por fim, analise a empresa contratante e saiba exatamente quais são seus valores, missão e seus principais serviços ou produtos oferecidos. Pois na entrevista presencial, terá a oportunidade de apresentar características que estejam alinhadas com a política da empresa.

Agora que descobriu neste artigo, como definir seu objetivo, analisar uma vaga, descrição e empresa, para ter seu curriculo selecionado, basta seguir essas dicas simples e se dedicar na elaboração de seu curriculo.

Provavelmente, fará você será destacado na multidão, com grande chance de ser convocado. Compartilhe e ajude alguém que está desempregado, à aplicar essa estratégia também!

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

APRENDA A DEIXAR SEU CURRÍCULO PERFEITO, IMPOSSÍVEL DE SER IGNORADO.