Reportagens

Mulheres no mercado de trabalho pós-pandemia: como será?

Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

mulheres-no-mercado-de-trabalho

O mundo corporativo precisa de uma reinicialização. E com isso, manter as mulheres no mercado de trabalho. Isso é o que dizem os especialistas. Mães que trabalham, precisam por exemplo de flexibilidade para ajudá-las a conciliar trabalho e vida familiar.

As mulheres no mercado de trabalho foram as mais atingidas. Elas estão lidando com a perda de emprego porque tiveram que cuidar de crianças que saíram da escola. O resultado é uma taxa de desemprego mais alta, não vista desde 1988.

No entanto, para manter as mulheres na força de trabalho, as empresas podem precisar ajustar políticas e estratégias de liderança.

Fornecer mais flexibilidade

A maioria das empresas estão oferecendo flexibilidade durante a pandemia, para poder manter as mulheres no mercado de trabalho. De acordo com uma pesquisa da empresa global de recolocação Challenger, Gray & Christmas. Ela entrevistou 201 executivos de recursos humanos de empresas de vários tamanhos e setores em todo o país, de 2 a 12 de março.

Então quando perguntados se a flexibilidade se estenderia além da pandemia, 95% relataram que alguns ou todos os elementos continuariam.

A maioria disser que estão mantendo opções de trabalho remoto para suas equipes.

Empatia com a equipe

Os líderes devem enviar uma mensagem de que não há problema em utilizar programas da empresa destinados a promover um ambiente de trabalho saudável, disse o relatório.

Os custos com creches mantêm algumas mulheres fora do trabalho. Cerca de metade das famílias americanas com crianças pequenas vivem em um deserto de creches, descobriu uma análise de 2018 do Center for American Progress.

Treinamento de habilidades

Muitos dos empregos perdidos durante a pandemia nunca mais voltarão. Então será preciso ensinar novas habilidades às pessoas.

A pandemia abriu os olhos de muitos empregadores para as necessidades e lutas das mulheres trabalhadoras, bem como a capacidade de trabalhar em casa e ainda ser produtiva, observaram os defensores.




O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *