Esse período de isolamento social está provocando uma série de novidades e a Série Futuro do trabalho pós pandemia, promovida pelo portal de capacitação Trilhas do Sucesso trouxe aqui em primeira mão que agora é possível fazer estágio online.

O entrevistado que traz os detalhes dessa nova modalidade é o Rodrigo Alves, fundador da Inova GS e do Portal Estágio Online.

Nos últimos meses o Portal Estágio Online teve uma explosão de acessos em pleno isolamento social quando se imaginava que seria justamente o contrário.

Segundo Rodrigo em 2015 a empresa teve que declinar na questão online, pois as empresas se mantinham muito conservadoras e com um pé atrás sobre a legalidade da versão online e até mesmo questionavam a funcionalidade do estágio sendo que o aluno deveria, na opinião delas, estar presencialmente nas empresas. Naquele momento então a saída foi intermediar as vagas e o contato entre alunos, empresa e escolas para as vagas e treinamentos presenciais.

 O acelerador de futuros

 Como já dissemos em outras entrevistas o isolamento social da quarentena se tornou um acelerador de futuros e com o Estágio Online não foi diferente.

Com a maioria das empresas funcionando de forma remota, as contratações caíram bastante, porém, a procura por estagiários aumentou nesse período. Talvez porque o estagiário seja a pessoa que entra para aprender e se adaptar às rotinas da empresa, agora a busca por essa modalidade cresceu.

Rodrigo atribui essa guinada à normatização da Medida Provisória 927 pelo presidente da república em março deste ano, reconhecendo o home office e o tele trabalho inclusive para estagiários e aprendizes: “Agora até mesmo as empresas e portais mais conservadores estão começando a flexibilizar”, comemora Rodrigo.

Vantagens não faltam

 As empresas que precisam de mão de obra qualificada, com baixo custo agora podem contar com essa modalidade.

Até mesmo um processo seletivo em formato de Reality Show 100% online está sendo criado.

Com esse novo normal que se desenha, o que aconteceria em 6 anos está se consolidando em seis meses. Quem estava preparado surfou nessa onda. Já  outros setores sofreram brutalmente como o setor de turismo.

Se o turismo virtual vinha ganhando força a passos de tartaruga desde 2009, agora é o que sobrou pra passear pelos grandes museus como Louvre ou mesmo pelas pirâmides do Egito. Claro que alguns destinos devem se valer da experiência física, como por exemplo tomar um banho de mar, mas outros, como visitar obras de arte podem ter um bom aproveitamento virtualmente.

Atualmente temos vivenciado até mesmo a telemedicina tanto para prevenção quanto para um primeiro diagnostico.

Onde encontrar uma vaga de estágio

Setores ligados às áreas administrativas, marketing digital e RH tem mais oportunidade na versão online neste momento. As empresas estão desmistificando a nova modalidade à medida que entendem que os estagiários vão entregar suas demandas mesmo no home office. É um momento de autoconhecimento por parte das empresas que não serão as mesmas.

Outra mudança deverá acontecer em termos de ferramentas úteis como as utilizadas em vídeo conferências como Skype, Zoom e Google. Para organização e entrega das atividades o Trello é uma ótima pedida.

De qualquer forma as empresas terão que se adaptar e fazer a interação dos setores presenciais com os estagiários home office, bem como a utilização de novas ferramentas tecnológicas.

As empresas e a produtividade

As empresas estão fazendo uma ‘anamnese’ e vendo o que realmente é essencial para suas atividades, inclusive com relação aos funcionários, seu engajamento e seu vínculo de propósito.

Quando distantes, os trabalhadores passam a ser observados por suas entregas e isso tende a revolucionar as relações de trabalho que deverão ficar mais objetivas.

Trilhas do Sucesso

Os cursos do Portal de capacitação Trilhas do Sucesso são divididos em capacidades técnicas e emocionais justamente para equilibrar as habilidades e competências.

“O primeiro passo para a gente crescer e evoluir na vida é saber que a gente está sempre em transformação”, afirma Rodrigo.

O autoconhecimento para saber lidar com o outro, o trabalho em equipe, o engajamento com o trabalho são essenciais para um bom desempenho. Resiliência também é uma qualidade fundamental principalmente em áreas como vendas e marketing onde as pessoas tem que tentar mais de uma vez para obter resultados. É a tal da inteligência emocional. São as hard skill, ou habilidades técnicas e as soft skills, diretamente ligadas ao comporto.

Para as competências técnicas as empresas tem buscado pessoas informadas e que conheçam as novas ferramentas tecnológicas ou que estejam disponíveis para o aprendizado delas.

A resiliência é uma habilidade que pode ser trabalhada e vem com a experiência em, por exemplo, lidar com a pressão do gestor. O estágio nesse sentido se configura como uma ótima oportunidade para treinar essa qualidade.

Estagio Online

“Revolucionar a conexão entre jovens e empresas”. Com esse slogan a empresa, que começou alimentando conteúdos correlatos no site e posteriormente intermediou o contato entre candidatos e empresas, alcançou 5 milhões de acesso em março desde ano, 1,3 milhão de seguidores nas redes sociais e mais de 640 mil usuários ativos de pessoas que desejam receber oportunidades de cursos e de vagas de estágio. Apoiou 120 programas de estágio trainee para grandes empresas para o processo seletivo de jovens formados com pequena experiência que desejam se tornar gerentes nas empresas. Nesses programas, as empresas abrem um grupo de vagas e o site seleciona candidatos de todo o Brasil.

O sucesso

Há nove anos Rodrigo também era um estudante e criou o Estagio Online a partir de uma página no Facebook. Considerando-se uma pessoa comum acredita que o sucesso do Portal veio da prestação de serviços de qualidade por acreditar que poderia oferecer um serviço que entendesse e atendesse às necessidades das pessoas.

“Estamos muito do lado dos candidatos. Recebemos mensagens de pedido de auxilio. Nós conseguimos entender e atender esse público. Muitas vezes levamos para as redes a sugestão das próprias pessoas. Temos conexão com nosso público. Retornamos os contatos. As pessoas são ouvidas”, conclui Rodrigo.