Mais Entrevistas

Entrevista de emprego: 5 dicas para você se sair muito bem e ser contratado

Romulo Afonso
Escrito por Romulo Afonso em 23 de agosto de 2019
Entrevista de emprego: 5 dicas para você se sair muito bem e ser contratado
Aprenda a deixar seu currículo perfeito, impossível de ser ignorado.

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

Se você está procurando um novo emprego ou se já precisou fazer isso em algum momento da vida, sabe que ser chamado para a entrevista é uma primeira vitória na busca pela carteira assinada.

Poucas coisas são mais tristes do que entregar currículos, se cadastrar em várias vagas, fazer tudo certinho, mas jamais receber um e-mail ou telefonema de alguém convidando para a próxima etapa.

Quando o convite vem, é uma alegria enorme. A gente fica empolgado, mas logo a emoção muda e o nervosismo e a ansiedade tomam conta. Já passou por isso?

Normal. Rsrs.

Para evitar ser dominado por essas sensações e acabar perdendo a chance de ser contratado por não se sair bem na entrevista, siga as 5 dicas que nós, aqui do Trilhas do Sucesso, preparamos para você impressionar os recrutadores em todas as entrevistas que fizer!

O que fazer antes da entrevista

Dica 1.  Pesquise sobre a empresa

Uma ótima forma de começar a se preparar para uma entrevista é fazendo uma pesquisa sobre a empresa na qual pretende trabalhar.

Para isso, você pode…

  1. entrar no site da empresa e ler as páginas em que ela conta sua história, missão, visão, valores e serviços prestados
  2. visitar suas redes sociais e ler as publicações
  3. visitar a própria empresa e observar como o trabalho é realizado
  4. conversar com pessoas que trabalham na empresa para saber como é a rotina de trabalho dela

Você não precisa fazer todos os tópicos, mas, quanto mais conseguir pesquisar, melhor, pois a pesquisa vai lhe permitir…

  1. conhecer melhor o trabalho realizado pela empresa
  2. entender como ela se apresenta ao público e
  3. saber responder as perguntas que podem ser feitas pelo recrutador de forma mais segura.

Mas, como exatamente isso pode me ajudar? Você pode estar se perguntando agora…

Bom, imagine que você foi convidado para participar de uma entrevista para ser Atendente no Mc’Donalds.

Se você for à loja para observar como os atendentes trabalham, perceberá que…

  • existem vários caixas um ao lado do outro
  • as pessoas fazem uma fila e esperam para ser atendidas
  • às vezes as filas são enormes, mas mesmo assim o atendente fica calmo
  • cada um faz seu pedido para o atendente, que precisa anotar várias coisas
  • o atendente lança o pedido em um computador
  • o atendente recebe o pagamento em dinheiro ou cartão
  • a pessoa sai dessa primeira fila e espera seu lanche ficar pronto

Observando tudo isso, você conseguirá entender de forma mais clara como funciona o trabalho de atendente na lanchonete e conseguirá usar essas informações a seu favor na hora da entrevista.

Digamos que o recrutador te pergunte: “Fulano, você sabe que há horários em que as filas dos caixas ficam bem grandes. Isso te incomoda de alguma maneira?

Tendo visto como as coisas funcionam, você poderia responder:

“Realmente, esta semana estive em uma loja na hora do almoço e percebi que a fila estava bem grande. Observei também que a atendente estava calma, pois ela parecia saber exatamente o que estava fazendo e trabalhava com agilidade e atenção. Eu agiria da mesma forma. Tentaria atender cada cliente de forma rápida, para não deixar a fila aumentar, mas ficaria calmo para conseguir atender todos os clientes de forma gentil e correta.

Entendeu a dinâmica aqui? Você vai usar as informações que descobriu para complementar suas respostas e impressionar o examinador.

Assim, ele vai perceber que você fez uma pesquisa e que sabe como a empresa espera que você reaja em determinadas situações.

Dica 2.  Treine as respostas para as perguntas mais comuns na frente do espelho

Não fique com vergonha do que as pessoas que moram com você vão pensar quando te virem treinando para a sua entrevista na frente do espelho.

Por mais que pareça estranho, o fato de você se olhar respondendo as perguntas que podem aparecer na sua entrevista vai te ajudar a corrigir sua postura, o seu tom de voz e a ter mais confiança na hora de conversar com o recrutador.

Além disso, quando a gente enfrenta uma situação pela qual já passou, a tendência é de ficarmos menos nervosos, pois aquilo deixa de ser uma surpresa.

Então, anote aí algumas perguntas comuns em entrevistas, pense em respostas para elas e treine bastante…

  • Pergunta 1. Como foi seu trabalho no seu último emprego?
  • Pergunta 2. Por que você quer trabalhar na nossa empresa?
  • Pergunta 3. Como você acha que poderá nos ajudar a melhorar os nossos resultados?
  • Pergunta 4. Quais são seus pontos fortes e seus pontos fracos?
  • Pergunta 5. Por que você acha que nós deveríamos te contratar?

Ao formular suas respostas, lembre-se das exigências feitas pela empresa na descrição da vaga e vá demonstrando por que você cumpre cada requisito buscado por ela.

Se fizer isso, nenhum recrutador vai te ignorar.

Dica 3.  Escolha com cuidado a roupa que irá vestir

Essa questão da vestimenta costuma gerar polêmicas, pois o ideal seria você se vestir para a entrevista com as roupas com as quais se sente bem, de modo a refletir a sua personalidade e seu jeito de ser.

Acontece que a máxima de que a primeira impressão é a que fica ainda faz sentido, por isso, é importante você se vestir de modo mais neutro, sem chamar muito a atenção.

Você não precisa se vestir como se estivesse indo para uma cerimônia, com terno, gravata e roupas chiques, mas é interessante colocar uma roupa um pouco mais formal.

Se for homem, opte por um sapato, uma camisa social ou gola polo e uma calça jeans sem manchas ou social preta.

Se for mulher, evite roupas justas, curtas ou decotadas, que marquem ou mostrem demais o corpo. Opte por uma blusa mais solta e, se optar por saias ou vestidos, escolha aqueles com comprimento na altura do joelho.

Como o ambiente de trabalho tende a ser mais formal, se vestir de forma mais neutra, sem exageros, será estratégico para você.

O que fazer durante a entrevista

Dica 4.  Fique calmo

O fato de o momento da entrevista ser determinante para conseguirmos ou não a vaga costuma nos deixar bastante nervosos. As mão suam, o coração acelera, as pernas tremem, os concorrentes nos amedrontam.

Nada disso, porém, vai te ajudar quando estiver na frente do examinador. Por isso, tente controlar essas reações respirando fundo, ouvindo o que o recrutador está te perguntando com atenção e ficando tranquilo na hora de responder.

Se estiver muito nervoso no início da entrevista, conte isso para o entrevistador. Ser honesto nesse sentido vai quebrar o gelo e a tendência será de ele ser empático com você, pois sabe bem como esse momento pode ser tenso.

Além disso, ouça com atenção as perguntas feitas a você. Responda o que foi perguntando com calma e, se não entender o que o recrutador perguntar, confesse que não entendeu e peça a ele para repetir.

Você pode dizer:

“Me desculpe, mas não entendi claramente a pergunta. Você pode repeti-la, por favor? É que eu ainda estou um pouco nervoso”.

Durante a conversa, evite…

  • falar palavrões e gírias
  • contar mentiras
  • falar mal de pessoas ou de empresas em que trabalhou anteriormente
  • conversar rápido demais
  • contar casos longos ao invés de responder de forma objetiva o que foi perguntado
  • falar sobre coisas que o recrutador não perguntou
  • responder as perguntas sem contextualizá-las. Ex.: Você aprendeu algo importante no seu trabalho anterior?
    • Resposta ruim: aprendi, sim.
    • Resposta boa: sim. Aprendi a <contar o que aprendeu>.

São dicas simples, mas, se você se lembrar delas ao longo da entrevista, certamente se sairá muito bem.

5. Fale sobre as suas experiências e sobre o que aprendeu com elas

O momento da entrevista serve para o recrutador descobrir se você realmente está preparado para ocupar o cargo e se o seu perfil combina com o perfil dos profissionais da empresa.

Isso significa que este é o momento de você demonstrar por que merece ser contratado.

Para isso, não basta você contar sobre os cursos que já fez e sobre onde trabalhou anteriormente.

Essas informações já estão no seu currículo e já são conhecidas pelo entrevistador.

Na entrevista, ao fazer as perguntas, o que ele deseja saber é…

  • como você se comporta diante das situações comuns no dia a dia de trabalho
  • como reage diante de problemas e
  • que experiências positivas e negativas você já viveu em outros locais e como se sentiu diante de cada uma delas.

Se você for fazer parte de uma equipe, ele também vai fazer perguntas para saber se você trabalha bem em grupo, se consegue acatar ordens, se assume responsabilidades, se resolve as coisas sozinho ou se só faz o que te pedem.

Ao falar de você e de suas experiências, busque demonstrar o que faz de você uma pessoa…

  • criativa
  • proativa
  • colaborativa
  • responsável
  • ágil
  • disposta a aprender

Essas são as características que normalmente os entrevistadores tentam identificar nos profissionais ao longo das entrevistas, então, pense em como você pode exercer cada uma delas no cargo para o qual está sendo entrevistado.

Pensar em respostas que combinem essas características, a função que você exercerá na empresa e as suas experiências profissionais poderá lhe render a tão sonhada carteira assinada.

Por isso, pense em tudo isso com carinho, treine as respostas em casa, vá firme para a conversa com o entrevistador e feliz emprego novo!!!

Chegamos ao fim. Gostou deste post? Então compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Abraço e até breve!

Olá,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e pegue o seu e-book agora! É grátis.

APRENDA A DEIXAR SEU CURRÍCULO PERFEITO, IMPOSSÍVEL DE SER IGNORADO.